8 dicas de como usar ureia da maneira certa: confira!

Processo essencial no cultivo de plantas e de extrema importância para a agricultura, a adubação tem papel chave na hora de aumentar a quantidade de nutrientes no solo e também na produtividade de qualquer tipo de cultura.

Independente de qual seja a técnica de adubação escolhida para cultura, em todas elas são usadas fertilizantes de diferentes tipos. Cada um feito especialmente para trazer vantagens específicas ao solo. Entre essa infinidade de fertilizantes, está o adubo sintético conhecido como ureia.

Para te ajudar a entender melhor e compreender a importância e o modo de uso da ureia no solo, o Blog Capital do Campo separou algumas dicas e informações sobre esse fertilizante sólido para que você obtenha os resultados exatos que procura em sua colheita. Venha com a gente e confira tudo sobre esse assunto!

O que é a ureia agrícola para adubação?

É sempre bom entender o que é o fertilizante que você planeja fazer uso, nesse caso, a ureia. Considerado um dos mais importantes entre os fertilizantes, a ureia tem como função principal a manutenção de uma boa aparência e aumentar o vigor nas plantas ainda durante sua fase de crescimento.

Esse processo é necessário para evitar que as plantas adquiram aquela aparência amarelada e opaca. Essas deficiências mais complexas em seu fornecimento nutricional pode provocar problemas na reprodução, resultando em uma diminuição considerável no tamanho dos frutos e grãos.

Todo esse processo se deve por a ureia ser um adubo orgânico nitrogenado e também um fertilizante com altíssimo nível de nitrogênio rico em elemento “N” por unidade, com mais de 40% de nitrogênio em sua composição.

É encontrado a venda em formato sólido, no caso, em formato de grânulos brancos que podem ser aplicados diretamente no solo. Além de sua importância nutricional, o uso da ureia na fertilização também é vantajosa pelos seus custos baixos. É muito usada em culturas como milho, feijão e trigo.

5 dicas de como utilizar a ureia no solo:

1. Realize uma análise do solo preliminar com profissionais

Conte com a ajuda de uma pessoa responsável e especializada na hora de calcular as quantidades exatas de ureia que devem ser usadas na aplicação. Tudo isso é possível por meio de uma análise de solo para que tudo corra bem e a colheita futura seja lucrativa.

2. Tome alguns cuidados com o armazenamento e a aplicação

A ureia é um produto bastante sensível e volátil, ou seja, é necessário cuidados redobrados para garantir que seu uso seja eficiente. É muito importante manter o fertilizante coberto e armazenado em local seco. Isso serve para evitar que o fertilizante se dissolva e deixe de ser útil.

Outra dica de extrema importância para evitar desperdiçar recursos: nunca faça aplicação da ureia em solo molhado ou úmido. Caso tenha ocorrido tempo de chuva, irrigação ou outro motivo que tenha feito com que a terra acumule líquido, espere até que ela volte ao seu estado de sequidão padrão para a aplicação da ureia.

Por reagir muito rápido e facilmente com a água presente no solo ou no substrato, a aplicação da ureia em solo molhado acaba resultando na evaporação do fertilizante antes da sua ação principal no solo.

3. Parcele a aplicação do fertilizante para maximizar os resultados

Essa é uma técnica utilizada costumeiramente em períodos de alta concentração de chuvas e também de calor excessivo, quando é necessário manter o solo sempre hidratado. Nesses casos, a utilização de ureia pode fazer com que o fertilizante perca seu efeito.

Para garantir que isso não ocorra e o aproveitamento seja maior, recorra ao parcelamento da aplicação. Principalmente em áreas grandes de plantio, que exigem altas dosagens do fertilizante, trazendo assim a diminuição da volatilização e lixiviação.

4. Aplique a ureia em uma profundidade adequada no solo

Como já dito, a ureia é um fertilizante muito volátil que, ao entrar em contato com o ar e especialmente com água, dilui muito rapidamente em um processo chamado de reação de hidrólise – liberação do gás amônia direto para a atmosfera.

A hidrólise faz com que o produto perca eficiência ainda na aplicação. Para garantir que o aproveitamento seja maior, é possível contar com técnicas especiais de manejo. Por exemplo, durante a aplicação, enterre a ureia seca em uma profundidade média de até cinco centímetros.

Nunca jogue a ureia na superfície ou enterre muito fundo. Na superfície, você pode perder toda a sua eficácia. Se enterrar muito fundo, suas propriedades podem não alcançar a raiz das plantas durante a fase de crescimento.

5. Planeje com atenção e muito cuidado seu manejo do solo

Tenha sempre em mente que, apesar de ser um dos principais e mais importantes fertilizantes em uma cultura agrícola, a ureia não irá resolver todos os problemas da plantação.

Para que seus resultados sejam efetivos, maximizados e atendam as expectativas, é necessário o manejo do solo por meio da ajuda de agrônomos especializados e de um planejamento da adubação feito especialmente para o solo pré determinado, sem exageros ou redução na aplicação da quantidade de qualquer um dos fertilizantes necessários.

Dicas extras para a aplicação correta da ureia em cada ambiente

Uma vez feita a análise do solo, seja qual for o tamanho da produção, é preciso definir a quantidade de ureia que será usada na aplicação. Existem diferentes quantidades e métodos para os diferentes tipos de vegetação. Para te ajudar com a aplicação do fertilizante, aqui vão algumas dicas simples e bastante úteis:

A aplicação ideal para hortas e gramados

Em culturas caseiras (familiar) ou de pequena produção, como hortas e gramados, a aplicação de ureia é mínima, por volta de uma colher de sopa do produto, cerca de 15 mg, para cada m².

Certifique-se apenas de espalhar muito bem o fertilizante, distribuindo-o ao longo de toda a área escolhida.

A aplicação ideal para cultivo de árvores frutíferas

Para criação de vegetação de frutos, como laranja e limão, que crescem apenas em árvores, a dose é um pouco maior, cerca de 1 até 5 colheres de sopa dependendo da necessidade que o solo exigir.

Aqui, é possível mudar um pouco o sistema de aplicação. Dissolva a quantidade de ureia que será usada em água (mais ou menos uma colher de sopa para cada 10 litros de água) diretamente dentro do aplicador ou pulverizador e aplicar a solução em volta da coroa da árvore para um melhor efeito.

A aplicação ideal para cultivo de plantas em vasos

Para cultivos em vasos, seja para uma loja de folhagens ou mesmo para jardins, avalie o tamanho do vaso e qual a quantidade de terra cabe dentro dele para fazer um cálculo mais preciso na hora de usar o fertilizante.

Certifique-se de utilizar quantidades bem pequenas como um primeiro teste. Caso não dê resultado, aumente levemente até que você chegue a uma quantidade que passe a dar resultados no crescimento da planta.

A utilização de ureia para a nutrição e reposição de Nitrogênio no solo é uma medida essencial para garantir um desenvolvimento mais satisfatório da produção ainda na fase de correção do solo. É com ela que a planta irá recuperar sua saúde e vitalidade levando ao um resultado de colheita ideal e assegurando os ganhos esperados da produção.

Por isso, fique atendo aos resultados das análises e procure sempre os produtos da melhor qualidade para obter resultados satisfatórios.

Confira também outras de nossas dicas e informações a cerca do mundo agrícola e aproveite todo o nosso conteúdo da melhor forma. Para sua próxima leitura, recomendamos o post “Técnicas de adubação para conhecer!“.

Até a próxima!

4.7/5 - (Total de avaliações: 6)
Compartilhe:
Capital do Campo

capitaldocampo

O Capital do Campo tornou-se o seu melhor portal de notícias sobre o mundo do agronegócio. Em primeiro lugar, você encontrará aqui no portal Capital do Campo inúmeros artigos informativos sobre os principais temas da agricultura e tudo que ela envolve. Além disso, temos informações relevantes para que você tenha acesso as notícias do agronegócio assim como outros temas de agricultura, pecuária e meio ambiente. O meio rural possui uma extensão enorme de assuntos que podem ser discutidos, por isso o Portal Capital do Campo foi desenvolvido para que desta maneira você agricultor, pecuarista e trabalhador rural informe-se diariamente com conteúdos novos, íntegros e de qualidade. Em suma, o Portal Capital do Campo foi desenvolvido por nós, da empresa A. Camargo. Se você ainda não nos conhece, saiba que somos do ramo agrícola, especializados em peças, máquinas e ferramentas. Sendo assim, criamos o Capital do Campo com o intuito de fornecer informação á você consumidor e produtor do campo, fortalecendo a parceria e confiança entre ambas as partes. O agronegócio e tudo que a agricultura e pecuária envolvem demandam informes e dados de quem entende do assunto. Nada melhor então, que nós que estamos á tanto tempo no ramo rural, levarmos este tipo de referência até você! A troca de informações em nosso portal Capital do Campo será mútua. Vamos aprender juntos o melhor: nós do Portal, a empresa A. Camargo e você! Sinta-se á vontade, o Capital do Campo é nosso lar!

Deixe um comentário