Serviço foi suspenso temporariamente para ajustes.

O CAR (Cadastro Ambiental Rural), do código Florestal, depende agora de um decreto para se tornar obrigatório pelo Código Florestal.

O cadastro esteve em teste para produtores dos estados de Goiás e Rio de Janeiro durante quatro meses, e foi paralisado por tempo indeterminado neste mês de Agosto. Segundo o Ministério da Agricultura, a suspensão é para que melhorias sejam implementadas.

Ao todo, mais de 5 milhões de propriedades rurais em todo o país precisam ser registrados no CAR. Uma das questões técnicas levantadas é a falta de opção de cadastro Offline, já que o mesmo deverá ser feito pelo portal disponível no endereço www.car.gov.br. A modalidade online de cadastro no portal como única alternativa é inviável, visto que dentre os mais de 5 milhões de produtores, muitos não teriam acesso a internet.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, prometeu a regulamentação e a volta do serviço até o fim do ano. Os usuários que já efetuaram a inscrição deverão ter os dados aproveitados quando o sistema entrar em operação definitiva.