O plantio de forrageira leguminosas pode conservar o solo e ainda gerar redução no custo de produção.

A adubação verde é uma prática agrícola focada no plantio de diversas espécies que reciclam nutrientes e tornam o solo mais fértil. Esses tipos de plantas são capazes de associar as bactérias do solo e transformar o nitrogênio do ar em compostos nitrogenados. Além de formar uma cobertura na terra, aumentando os teores de matéria orgânica e contribuindo para a conservação, maior retenção de água e redução da erosão.

De acordo com as pesquisas da Embrapa Agrobiologia, de Seropédica (RJ), o adubo verde pode reduzir ou até eliminar o uso de fertilizantes minerais nitrogenados, barateando consideravelmente os custos de produção.

Os fertlizantes nitrogenados têm origem no petróleo e variam de preço de acordo com a cotação do dólar, o que significa instabilidade de valor de mercado. Um quilo de nitrogênio custa, em média, U$1.

Com o plantio de leguminosas fixadoras de nitrogênio, o produtor só paga pela primeira leva de sementes, já que depois ele pode reproduzir as sementes em sua propriedade.